quarta-feira, 30 de julho de 2014

Entorno DF: Motorista é preso fazendo transporte pirata em ônibus falsificado

Um motorista de ônibus pirata foi preso na manhã desta terça-feira (29) após ser flagrado conduzindo o veículo com um layout falso, que induzia a população a pensar que ele pertencesse à frota regular que circula no Distrito Federal. A abordagem aconteceu na Epia Sul e foi feita por fiscais da Agência Nacional de Transporte Terrestre.

O homem foi levado para a 1ª Delegacia de Polícia. De acordo com a ANTT, há indícios de que o crachá usado pelo suspeito também fosse falsificado.
A agência havia montado uma operação na via desde as 5h30 para coibir o transporte pirata. Eles montaram a barreira perto do viaduto das floriculturas. Pelo menos nove ônibus foram apreendidos. Eles faziam o trajeto do Entorno Sul, vindo de cidades como Luziânia, Valparaíso, Cidade Ocidental e Novo Gama.

Fonte: G1 DF

terça-feira, 29 de julho de 2014

Entorno DF: ANTT está avaliando situação do Lote 1 da licitação do semiurbano

Por Rafael Martins

Ontem a ANTT realizou sessão pública para a abertura do Envelope I da licitação do semiurbano, porém somente três, dos quatro lotes ofertados receberam propostas.

O Lote 1 não recebeu nenhuma proposta. 



A Agência, em resposta ao Blog Rede Integrada, informou que é comum em licitações realizadas para vários lotes ao mesmo tempo, que um ou mais deles não receba propostas de interessados. "No caso presente, a ANTT está avaliando a melhor forma de oferecimento dessas linhas futuramente".

O Cronograma da Licitação, segundo a ANTT, não sofrerá nenhuma alteração para os demais lotes. A previsão é que na próxima segunda-feira (04/08) seja divulgado a análise do Envelope I dos lotes 2, 3 e 4.

Após o fim do certame, a frota total será de 1.405 veículos, que devem começar a operar em fevereiro de 2015

Entorno DF: ANTT apreende dez veículos em ação de combate ao transporte pirata

A equipe de fiscalização da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) realizou, na manhã desta terça-feira (29/07), uma Operação Conjunta de Combate ao Transporte Clandestino no DF e Entorno. A ação teve como objetivo tirar de circulação os operadores de transportes irregulares do Distrito Federal e seu entorno. Foram abordados 50 veículos entre vans, ônibus e carros de passeio, dos quais 10 foram flagrados fazendo transporte irregular. Os veículos foram apreendidos e encaminhados aos pátios credenciados pela ANTT. A ação teve início às cinco da manhã e se estendeu até as 11 horas.

A fiscalização ocorreu em dois pontos distintos do Distrito Federal, na DF003 e na DF290. Além da equipe da ANTT, também participaram da operação a Subsecretaria de Fiscalização, Auditoria e Controle do Distrito Federal (SUFISA), o Departamento de Estradas e Rodagens (DER-DF), a Polícia Militar (PMDF) e a Força Nacional.

Entre as irregularidades encontradas, estão a falta de permissão para executar o transporte interestadual; ausência de equipamento obrigatório de segurança; o tráfego com veículo que apresenta defeito em equipamento obrigatório, como pneu careca, problema em parte elétrica, extintor vencido ou descarregado e demais itens que colocam em risco a segurança dos passageiros; o tráfego com veículo sem documento de porte obrigatório; motoristas sem autorização para condução de veículos de transporte coletivo.

As ações de fiscalização da ANTT são constantes e têm sido intensificadas desde março deste ano, quando entraram em vigor das novas medidas instituídas pela resolução 4.287/2014, que prevê, entre outras coisas, apreensão, por 72 horas, de veículo flagrado realizando transporte clandestino de passageiros.

O passageiro que observar qualquer irregularidade pode fazer uma denúncia à Ouvidoria da ANTT pelo telefone 166, pelo e-mail ouvidoria@antt.gov.br, na aba Fale Conosco do site da Agência (www.antt.gov.br) ou pessoalmente, nos pontos de atendimento da ANTT.

Fonte: ANTT

DF: Terminal da Asa Sul em estado precário



Fonte: R7 DF

DF: Ônibus velhos ainda circulam pelo Distrito Federal



Fonte: R7 DF

Entorno DF: Prefeitura de SAD esclarece ação do Ministério Público que obriga a licitação do transporte urbano

Por Rafael Martins

Ontem, o Ministério Público de Goiás requereu que o Município de Santo Antônio do Descoberto cumpra a sentença que obriga a municipalidade de licitar o transporte coletivo urbano. Em março de 2013 foi instaurado inquérito civil público para apurar notícia de que o município não realizou licitação para a concessão da prestação do serviço público de transporte coletivo. Assim, visando garantir os direitos dos consumidores, foi recomendado à prefeitura a realização de licitação, no prazo de 120 dias. No entanto, a recomendação não foi cumprida.

Hoje, a Prefeitura emitiu uma nota de esclarecimento sobre a ação do MP. Confira abaixo.

Nota de esclarecimento

Sobre a ação civil pública em desfavor do Prefeito de Santo Antonio do Descoberto, informamos que a Prefeitura tem tomado as medidas legais para a regularização do transporte coletivo nesta cidade, abrindo processo licitatório para concessão destes serviços.

No entanto, o Edital foi suspenso pelo Tribunal de Contas dos Municípios do Estado de Goiás, porém, em se tratando de serviço essencial, a Prefeitura concedeu, de maneira excepcional e emergencial, mediante dispensa de licitação, conforme prescreve o artigo 24, IV, da Lei 8.666/93. Ocorre que a empresa concessionária deixou de prestar os serviços e encaminhou pedido de rescisão amigável do contrato de concessão no dia 17 de junho de 2014.

Imediatamente, o Prefeito Itamar Lemes do Prado determinou a abertura de novo processo licitatório, que está em andamento, para a contratação de empresa, novamente em caráter emergencial para início da prestação dos serviços até a realização da concorrência pública prevista para o mês de setembro, tendo em vista o prazo de 45 dias previsto em lei.

Portanto, em nenhum momento o Prefeito esteve inerte nas suas ações, entendemos a posição das representantes do Ministério Público, no entanto, algumas situações fogem do controle administrativo, sendo contornáveis, devendo apenas respeitar os prazos que a lei determina.

Assessoria de Comunicação / Governo Municipal

DF: Para desafogar BRT, linhas de ônibus serão reativadas

Linhas de ônibus que ligam Santa Maria e Gama ao Plano Piloto, que haviam sido desativadas há um mês, quando os veículos do Expresso DF começaram a operar em tempo integral, devem voltar a circular ainda nesta semana.

O reforço foi discutido em uma reunião ontem no DFTrans, autarquia que controla o transporte público, com a participação do governador Agnelo Queiroz (PT), e, até o fechamento desta edição não tinha data exata para entrar em vigor.

Obra de infraestrutura mais cara desta gestão (tem custo total de R$ 761,4 milhões), o Expresso DF tem sido muito criticado por quem depende do transporte público nas duas cidades. Com a chegada do sistema, os passageiros dizem que o percurso até o Plano Piloto tem levado mais tempo, apesar de os coletivos articulados circularem em faixas exclusivas.

Um dos problemas é a demora no transporte da população até os pontos de embarque para o Plano Piloto. Outra queixa é a desorganização e o empurra-empurra na hora de entrar nos coletivos. A volta dos ônibus convencionais dará ao governo a chance de resolver os problemas do sistema sem tanta pressão.

Enquanto o Expresso DF está em teste, não é cobrada passagem dos usuários.

Fonte: Jornal Metro Brasília